Caso de Estudo Grupel – Expositor na Middle East Electricity

Entrevista MEE ao Dir. Marketing Grupel

Caso de Estudo Grupel – Expositor na Middle East Electricity

A Middle East Electricity (MEE) entrevistou a Grupel S.A. no seguimento da série do Estudo de Caso como um dos principais expositores da MEE, onde pretende perceber a sua experiência na MEE e qual a sua visão sobre o que está para vir.

MEE: Conte-nos um pouco sobre a Grupel, dando-nos uma visão sobre o histórico da empresa, os seus produtos e os principais clientes.
Grupel: A Grupel é uma empresa que pertence ao Grupo Omnisantos. Com mais de 40 anos de experiência no mercado, dedicamo-nos a fabricar uma ampla gama de geradores (em chassi aberto ou insonorizados), equipados com componentes da melhor qualidade e com potências desde os 6kVA até aos 3500kVA.
A Grupel é sinônimo de flexibilidade, pois somos capazes de fabricar a partir de geradores standard até projetos especiais que requerem uma maior complexidade de engenharia e conceção.
A sede da Grupel está localizada em Aveiro - Portugal, com mais de 24.000m2 de área fabrico de geradores. Líder no mercado português, a Grupel também está presente em mais de 40 países, nos cinco continentes.
O notável portfólio da Grupel permite que a empresa seja escolhida para atuar em projetos internacionais altamente desafiadores, desde organizações governamentais até às principais empresas privadas na área da energia e telecomunicações.

Gerador a diesel Grupel

MEE: Atualmente a Grupel está focada no Médio Oriente / África? Quais os projetos que vocês estão a trabalhar?
Grupel: A Grupel tem tido uma procura ativa para desenvolver novas oportunidades e novos projetos no Médio Oriente, consequência disso são uma série de projetos bem sucedidos já entregues.
No Qatar, por exemplo, instalamos com sucesso 2200kVA (STP) Gerador a Diesel de Emergência para uma estação de tratamento de água. Na Jordânia, fornecemos um sistema de emergência de 1x 1658kVA e 2x1350kVA para o governo de Amã. O nosso objetivo final é consolidar a nossa presença na região e, estabelecer acordos de distribuição com empresas locais na Arábia Saudita e nos Emirados Árabes Unidos, aos poucos estamos a ganhar terreno na região.
Em África, temos presença em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau e Quénia. Desenvolvemos parcerias de distribuição bem sucedidas em alguns desses países que nos permitem ser uma marca de referência para fins de produção de energia.

João Pintado, Diretor de Marketing da Grupel participante na MEE 2017
"O nosso stand na feira foi um dos mais elogiados e visitados nestes três dias intensos. Nós criamos interesse no público e estabelecemos vários contactos para realizar novos negócios que nos permitirão levar não apenas a nossa marca, mas também um pouco de Portugal, a todos os cantos do mundo".

MEE: Quais são os principais desafios que a empresa enfrenta no mercado MEA? Quais são os principais obstáculos para o vosso negócio em 2017 e nos próximos anos?
Grupel: Por um lado, temos as diferenças económicas e culturais, que são o desafio mais visível que enfrentamos, por outro, a exigência e competitividade dos mercados que fazem um elevado nível de concorrência em relação a outras marcas já estabelecidas.
Iniciamos uma campanha de crescimento internacional em 2012 e, depois de alguns anos, conseguimos alcançar um bom terreno, mas ainda há muito trabalho que precisa ser feito para alcançar os nossos concorrentes que estão bem estabelecidos no mercado MEA há várias décadas.
Outro desafio fundamental é o tremendo esmagamento de preços dos fabricantes na Ásia e a nossa capacidade como marca premium para trabalhar em torno dessas condições de preços para fornecer produtos competitivos e de qualidade.

MEE: Quais foram os vossos motivos para participar na MEE? Que metas a vossa empresa estabeleceu para a participação na Feira?
Grupel: Consideramos a MEE um dos eventos mais importantes da indústria no mundo, e o nosso objetivo é sempre fazer parte destes eventos importantes. Tivemos um resultado tão positivo de edições anteriores que não quisemos perder a oportunidade de fazer parte da edição de 2017.
Os nossos planos foram muito claros para este ano. Queríamos consolidar a nossa participação como um dos principais players no mundo da indústria de geração de energia. O nosso stand foi uma reflexão da nossa energia e alcançamos exatamente o que inicialmente pretendemos obter: novos distribuidores de todo o mundo e a oportunidade de obter acesso a grandes projetos.
Devido ao nosso stand, tivemos a oportunidade de exibir os nossos produtos da melhor maneira, mostrando os principais geradores a diesel e as nossas últimas inovações em relação aos geradores a gás.

"O nosso objetivo final é consolidar a nossa presença na região e, estabelecer acordos de distribuição com empresas locais na Arábia Saudita e nos E.A.U., eu diria que estamos num bom caminho."

MEE: Como é que o MEE 2017 ajudou-o atingir esses objetivos? O que é que a empresa ganhou com a Feira?
Grupel: a MEE reúne uma grande parte dos principais influenciadores e tomadores de decisão do setor a cada ano. As pessoas que visitam a exposição encaixam-se verdadeiramente na tipologia dos nossos potenciais parceiros, distribuidores e clientes. Além disso, eles têm um quadro de disponibilidade que é difícil de encontrar noutras circunstâncias, permitindo-nos comercializar o nosso produto para as melhores pessoas da melhor maneira possível.
Através da participação bem sucedida no evento deste ano, a Grupel ganhou novos parceiros de negócios e novos projetos que concluíram com êxito em várias vendas derivadas diretamente do evento deste ano.

MEE: Qual foi o destaque para a Grupel na MEE 2017?
Grupel: O nosso stand foi um dos mais elogiados e visitados nestes três dias intensos. Vimos os nossos projetos publicados na revista Power News de nosso fornecedor (da conhecida marca de motores Perkins) e durante a exposição, centenas de pessoas acederam ao aplicativo móvel do evento para solicitar mais informações sobre o Grupel.
Nós geramos interesse e estabelecemos alguns novos contatos comerciais que nos permitirão levar não apenas nossa marca, mas também um pouco de Portugal, a todos os cantos do mundo.

Share this post


preloader