Como funciona a produção de projetos especiais?

Produção Projetos Especiais

Como funciona a produção de projetos especiais?

O processo de produção dos projetos especiais Grupel é muito diferente do de um gerador standard, desde a conceção, desenvolvimento, fabrico, instalação e comissionamento, uma vez que são criados à medida do cliente e segundo os seus requisitos.

 

Mas, afinal, como se processa a produção de um Projeto Especial?

Quando um novo projeto especial chega à linha, já foi, previamente, estudado e desenhado pelo departamento de engenharia, tendo em conta as especificações técnicas e especiais que o cliente necessita para o concretizar. Depois, começamos a sua produção seguindo as linhas de orientação vindas do departamento.

Metalomecânica

Numa primeira fase, preparamos o contentor ou canópia com os cortes necessários, para depois passar à fase da pintura. Após a pintura, passamos à insonorização do contentor com painel sandwich acústico, constituído por lã de rocha.

Montagem

Quando esta fase de preparação do contentor termina, iniciamos a montagem do grupo. Isto é, o acoplamento do motor e do alternador, e a colocação do radiador. Em alguns casos, adicionam-se, ainda, outros componentes, como o transformador, quadro de comando, sistema anti-incêndios, entre outros.

Logo, entra a equipa do setor de eletricidade em ação, e são montados os quadros e sistemas elétricos necessários.

Ensaios

A última fase inclui a montagem do sistema de escape e os ensaios dos nossos produtos. Os grupos são testados como se estivessem no local, a cumprir o funcionamento para o qual foram projetados.

Terminados os ensaios com aprovação, desmonta-se o escape para que o contentor possa ser transportado com facilidade e chegue ao destinado em perfeitas condições para ser instalado.

Outros processos

É importante garantir a iluminação no interior dos projetos especiais para que, em alturas em que seja necessária alguma intervenção, por parte do cliente ou dos técnicos, seja mais fácil aceder aos equipamentos dentro do contentor.

Também é essencial assegurar o arrefecimento dos projetos. Os sistemas de arrefecimento e ventiladores adicionais dependem muito de cada projeto. Uns servem para extrair ar quente do compartimento onde se encontra o gerador, e outros servem apenas para refrescar o líquido de arrefecimento do radiador.

Destacamos, ainda, o reforço que implementamos nos contentores, devido ao peso e tamanho dos grupos. Colocamos calços na base do contentor e colunas nas paredes, por forma a que consiga suportar o peso, principalmente no processo da carga para o transporte.

 

O processo de fabrico de um projeto especial não é fácil. Mais ainda quando os equipamentos têm de ser montados em contentores compactos, em que não há muito espaço, como os de 6m (20pés). Mas, tudo é feito em parceria com os departamentos que estudaram e definiram o processo de produção, para garantir que todos os cuidados e especificações são cumpridos e, no final, tudo corra bem, levando à satisfação dos nossos clientes.

Renato Simões

Chefe de Equipa

Setor Grupos Especiais

 

Share this post


preloader